15 de fevereiro de 2018

Dando continuidade aos nossos posts sobre a Flórida, vou dar algumas dicas importantes de como planejar uma viagem bacana pra lá, sem dor de cabeça! Já contei nesse post sobre a documentação necessária, sobre a melhor época para ir, sobre quantos dias ficar. Se você perdeu, corre lá para ver!!!!

Agora vou falar de outros tópicos muito importantes que você precisa saber antes de ir, sobre como se locomover e se comunicar por lá!

 

Aluguel de Carro

Quando eu faço uma viagem internacional, eu gosto muito de usar o transporte público, pois você sente como é o dia a dia mesmo da população daquele local. A Flórida, porém, é feita para se andar de carro, rs.. é o principal meio de locomoção da população local! Então, alugar um carro é a melhor opção para você aproveitar o máximo da viagem!

Os preços não são muito elevados e você tem toda a liberdade, autonomia e conforto para se locomover! O legal também é que carros para eles são muito baratos, e então você anda pelas suas férias com carrões de luxo que você jamais imaginou andar por ai! A gente por exemplo, ficou se achando, andando nesse Mustang conversível durante as férias! Olha que coisa bacana! rsrsrs

Existem muitas empresas para se alugar carro. O ideal é já ir para lá com tudo fechado aqui do Brasil, inclusive seguros contra terceiros e todas as coisas que eles vão querer incluir para você no balcão. Recomendo muito que você gaste um tempinho para ler com calma todas as cláusulas, o que está incluso no aluguel pois na hora que você chega SEMPRE irão te oferecer mais coisas. Como você está chegando lá, meio assustado ainda, meio cansado da viagem as vezes você pode acabar aceitando coisas sem precisar.

Já aluguei carro na Alamo e na Dollar. A Alamo costuma sempre ser a mais barata nas cotações, mas se você chegar nos EUA por um vôo direto do Brasil, é pra lá que a maioria dos brasileiros vão, e então você pode enfrentar uma boa fila. Às vezes os valores são semelhantes e então talvez seja legal fechar com outra empresa!

Uma das coisas que eles te oferecerão é alugar um carro com GPS incluso. Eu não acho que vale a pena caso você esteja pensando em comprar um chip de internet para seu celular. O valor do carro com GPS é sempre mais elevado, e com internet em seu celular você ainda pode usar aplicativos que te tiram do trânsito como o Waze.

 

Pedágios

A questão dos Pedágios é outro item muito importante que você deve levar em consideração antes mesmo de escolher a empresa pela qual você pretende fechar o aluguel de seu carro para sua viagem pela Flórida. Eu recomendo muito que você leia também muito bem a política de pedágios da empresa antes de fechar com eles! Às vezes o valor bruto do aluguel do carro é mais barato em uma empresa, mas eles acabam ganhando mais pra frente com taxas de pedágios abusivas!

Vou dar algumas dicas aqui para tentar te direcionar a fazer a melhor escolha. A primeira coisa a levar em consideração é qual a região da Flórida que você pretende explorar. Dependendo do quanto você for se deslocar de carro entre as cidades você pode fazer escolhas diferentes quanto ao tipo de pedágio. Se você for ficar apenas no eixo Orlando-Tampa ainda é aceito pedágio em dinheiro (sempre é bom conferir isso na hora da viagem, pois a qualquer momento eles podem mudar esse padrão), e então você não precisa se preocupar muito em fechar pacotes de pedágio optando por pagar manualmente em cada um que você for passar. Uma observação importante é que você sempre tenha moedinhas no carro pois em alguns pedágios não há cobradores e então, você deve depositar o valor exato do pedágio EM MOEDAS. Se na sua viagem você pretende ir para Miami ou se afastar um pouco de Orlando você terá que ter o SunPass, espécie de “Sem Parar” deles. Nesse eixo não há mais a opção de se realizar o pagamento em dinheiro e então você terá que ter um carro equipado com isso. Algumas empresas de aluguel de carro cobram uma taxa de uso do SunPass e depois é descontado em seu cartão de crédito o valor unitário de cada pedágio que você passar. Outras, cobram um valor maior por dia que permite que você passe ilimitado em qualquer pedágio durante o período da locação. Não tenho como dizer qual que vale mais a pena, pois dependerá muito do seu planejamento e de quantas viagens você pretende fazer. Você deve pensar direitinho e colocar tudo no papel, pois esse fator pode dar bastante diferença no valor total do seu orçamento destinado ao aluguel do carro! Gaste um tempinho com isso antes, para não gastar com dólares depois!

 

Multa?

Estando com um carro alugado, pode acontecer de você tomar uma multa por lá. Eu mesma tomei uma quando eu fui pra lá em 2013 comprar o meu vestido de noiva (sim, noivinhas, em breve terá um post só sobre isso) e eu vou contar a história aqui para vocês!

Passei horas na “rua das noivas” de Miami, a Miracle Mile, e para deixar o carro estacionado você precisa adicionar moedinhas no parquímetro (sim, americanos amam moedas!), com um limite máximo de 2hs. Vencendo esse tempo você deve voltar e colocar mais moedas (no final da viagem descobri que há um app no cel para realizar esse pagamento, rsrs). Passei o dia correndo para adicionar moedas, mas uma das vezes estava tão focada no vestido que esqueci completamente. Chegando no carro: uma multa! Fiquei meio perdida, sem saber o que fazer. Chegando no hotel fui orientada a pagar a multa pelo site que estava indicado na notificação, imprimir o comprovante e na hora de devolver o carro, entregar esse comprovante. Fiz isso e foi tudo resolvido! Simples assim!

Em outros casos, porém, como em multas de radar ou pedágio, você não recebe em papel a notificação. Nesse caso a multa será enviada para a locadora e eles irão debitar em seu cartão de crédito automaticamente, muitas vezes meses após a sua viagem.

Um último caso possível é quando o policial percebe uma infração sua e te para entregando em mãos uma multa. Nesse caso, a multa é nominal, ou seja, a multa é para o motorista e não para o veículo. Normalmente na própria multa já vem escritas as instruções de como realizar o pagamento e costuma ser pela internet ou por telefone. Porém, dependendo da gravidade da infração, só há a opção de ir pessoalmente na corte em frente ao juiz pagar a multa, em data agendada. Muitas vezes eles marcam a data em um período que você já estaria de volta ao Brasil e, para não ficar com o nome sujo nos EUA, você terá que marcar outra viagem para ir pagar a multa. Portanto, a minha dica aqui é: deem uma lida nas normas de trânsito antes de ir pois eles tem alguns detalhes diferentes da lei de trânsito do Brasil (como por exemplo, a obrigatoriedade de mudar de pista se tiver um policial parado no acostamento, etc). Respeitem todas as regras pois lá não existe o “mas eu não sabia disso” e não há nenhum tipo de jeitinho!

 

Chip para Celular

Por fim, a minha última dica de planejamento geral para uma viagem para a Flórida é sobre chip de celular com internet ilimitada! A primeira vez que eu fui, eu não fui com um chip comprado aqui no Brasil. Pensei em comprar chegando lá, no aeroporto de Miami. Quando cheguei, porém, descobri que lá não vendiam chip pré pago! Como já era noite, peguei um mapinha na mão e decidi encontrar o hotel na raça rs, para comprar o chip no shopping no dia seguinte! Gente! Como foi difícil me achar naquela primeira noite! As ruas todas com nomes de números, 25W St, 24S Ave, e por ai vai! Parecia que eu não ia achar nunca! Rodamos por quase duas horas para nos encontrarmos, perguntamos no Wallmart (lá também não tem chip pré pago) mas finalmente achamos o hotel! Foi uma aventura e tanto para a primeira noite nos EUA!

Das outras vezes que fui, eu já comprei o chip aqui mesmo no Brasil! Hoje em dia existem várias empresas que vendem esses chips. É legal dar uma boa pesquisada pois os preços e condições de internet podem variar. Quando fui comprei com a Cel Travel e deu tudo certo. Eles enviaram o chip por correio com todas as instruções de como configurar! Recomendo! O preço não é dos mais baratos, mas pela qualidade, conforto e facilidade que oferece, achei que valeu a pena!

 

Compartilhe com os amigos:
Comentários Fechados

  • Busch Gardens
  • Sea World
  • Ilhas Cayman – George Town